Foi com direito a um susto, mas o Palmeiras venceu na estreia do gramado sintético no Allianz Parque. E de virada, depois de sair perdendo para o Mirassol e reverter para 3 a 1, na tarde deste domingo.

Gustavo Gómez, Raphael Veiga e Luiz Adriano marcaram para o time da casa, enquanto Rafael Silva descontou.

Apesar de mais uma vitória no Paulistão, o Palmeiras continua na 2ª colocação de seu grupo, com 13 pontos, dois a menos do que o Santo André. O Mirassol, com 9, também é o vice-líder de seu grupo.

Na próxima rodada, enquanto o Alviverde atua já na quinta-feira, contra o Guarani, novamente em casa, a equipe do interior faz o clássico do norte do Estado contra o Novorizontino na noite de sexta.

O jogo
Um dos únicos dois times sem derrotas no Paulistão até o início dessa rodada, o Mirassol dificultou a vida do Palmeiras desde o início, oferecendo poucas chances para o time da casa na primeira etapa.

Tanto é que das quatro melhores oportunidades do time, três delas foram em chutes de longa distância do volante Patrick de Paula. Nenhuma delas, porém, chegou a ameaçar o goleiro Kewim.

Jogo contra o Mirassol foi o primeiro do Palmeiras no novo gramado

Em outro bom momento, aos 13, Gabriel Veron aproveitou cruzamento de Mayke e tentou chutar para o gol. Mas a zaga do Mirassol chegou a tempo de travar.

E se o primeiro tempo foi complicado para o Palmeiras, o técnico Vanderlei Luxemburgo deve ter dado uma bela bronca em seus comandados, que voltaram mais ligados para procurar o gol.

Logo aos 2, Zé Rafael arriscou de longe e a bola passou perto do gol. Aos 10, Felipe Melo cabeceou firme e por muito pouco não abriu o placar.

Porém, se o Alviverde passou a atacar mais, também deixou mais espaços atrás. E o Mirassol aproveitou aos 14. Maranhão recebeu na direita, ganhou de Gustavo Gómez e cruzou na medida para Rafael Silva, que não perdoou.

E se o zagueiro paraguaio foi quem vacilou no gol sofrido, ele rapidamente se redimiu com o torcedor palmeirense. Aos 23, Gabriel Menino cobrou escanteio da direita e Gómez subiu mais do que todo mundo para empatar o jogo em uma bela cabeçada.


O gol de empate animou o Palmeiras, que logo conseguiu a virada. Bruno Henrique cruzou da direita, a defesa do Mirassol “bateu cabeça” e Raphael Veiga apenas desviou para fazer 2 a 1 aos 28.

Como diz uma velha frase do futebol, “abriu a porteira”. Logo aos 31, Luiz Adriano fez o terceiro, em chute de fora da área.

A vantagem de dois gols fez o Alviverde diminuir o ritmo, apenas administrando para conquistar a sua quarta vitória no Paulistão.

PALMEIRAS 3 x 1 MIRASSOL
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 16 de fevereiro de 2020 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Salim Fende Chavez (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ambos de SP)
Cartões amarelos: Gustavo Gómez e Felipe Melo (PAL); Kewin, Neto Moura e Rafael Silva (MIR)
Gols: Maranhão, aos 14 minutos do segundo tempo; Gustavo Gómez, aos 24, Raphael Veiga, aos 29 e Luiz Adriano, aos 32, do segundo tempo.

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Gabriel Menino), Felipe Melo, Gustavo Gómez e Matías Viña; Zé Rafael (Bruno Henrique) e Patrick de Paula; Willian, Lucas Lima (Raphael Veiga) e Gabriel Verón; Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

MIRASSOL: Kewin; Daniel Borges, Luiz Otávio, Reniê e Romário; Luís Oyama, Neto Moura (Matheus Rocha) e Chico; Maranhão, Juninho (André Castro) e Rafael Silva (Marcelo Toscano). Técnico: Ricardo Catalá.


Mensagem

BANNER GRUPO WHATSAPP
Novalar
Império das capinhas
rondo motos
Jaru Cred